terça-feira, 27 de março de 2012

O sentido de Congregar.





Normalmente se usa alguns versículos para descriminar pessoas que por vários motivos não querem mais freqüentar reuniões evangélicas, mas permanecem fieis a Deus.

O versículo mais usado com certeza é Hebreus 10:25 que diz “Não deixando a nossa congregação e neste pequeno texto vou analisar o termo que foi traduzido por congregação e é usado por muitos.

Mas antes quero dizer que o objetivo deste texto não é tirar ninguém de suas reuniões religiosas e nem obrigar alguém a acreditar em meus argumentos, mas apenas demonstrar que o texto possui um sentido muito mais elevado, do que se interpreta normalmente.

A palavra que foi traduzida neste versículo como congregação em grego é episynagōgēn esta palavra é formada do prefixo grego EPI mais a palavra sunagoge , da onde tiramos a transliteração sinagoga.

A palavra Epi significa acima, do alto, o mais alto, e a palavra sunagoge significa ajuntamento, recolhimento.

Portanto a união destas duas palavras significa um ajuntamento do alto, uma reunião de cima, e não algo feito dentro de 4 paredes.

Podemos tbm traduzir sem medo de errar pela expressão sinagoga de cima, ou sinagoga do alto.

Esta expressão aparece tbm em um lindo texto que fala da nossa reunião com cristo.

Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, 2 Tessalonicenses 2:1

Então fica bem claro que o texto não estava falando de uma reunião física que se tem em cultos religiosos, mas sim uma reunião espiritual, mais elevada.

A união de todos aqueles que têm Jesus como seu verdadeiro messias.

Abaixo deixo para analise o termo sinagoga encontrado em Mateus 12:9 e o termo episynagōgēn do texto de Hebreus 10:25 para que todos observem ambos termos em Grego.

συναγωγην Sinagoga
Mateus 12:9

επισυναγωγην Episinagogen
Hebreus 10:25

Shalom e bons estudos para todos.

Eduardo e. da silva

5 comentários:

  1. “Não deixe a vossa congregação? O que é congregar?

    Congregar-se significa (reunir-se) em nome de Jesus.
    _____________________________

    Veja como Jesus ensina:

    (Mt 18:20)
    Porque, onde estiverem ((dois)) ou três ((reunidos)) em ((meu nome)), aí estou eu no meio deles.

    *Jesus excluiu a necessidade do templo e instituições nessa passagem!!! Estando dois reunidos no nome dele, está feito!!

    Não é freqüentar uma instituição ou empresa!!!! Mas onde estiver dois ou mais, falando do evangelho ele estará. Seja onde for.
    _____________________________

    A reunião dos apóstolos, bem como a existência de guias:

    (Ef 4:13)
    ((até que)) todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do filho de deus

    *Até quando??? Para sempre? Não!! Até que se chegue a fé viva.

    (Ef 4:14)
    ((para que)) não sejamos mais ((meninos inconstantes)), levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.

    *Reunir para que? Porque Deus deu essa ordem? Não!! Para não ser levado por doutrinas estranhas ao evangelho. Simples assim.

    (Hebreus 5:12)
    Porque, devendo já ser ((mestres pelo tempo)), ainda necessitais de que se vos ((torne a ensinar)) quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de deus; e vos haveis feito tais que necessitais de ((leite)), e não de sólido mantimento.

    *Assim vemos também em (Atos 2.42-47) e (Hebreus 9/10) a reunião dos apóstolos que foi estabelecida para os iniciantes, meninos na fé, que estavam no leite, pois além de não terem a palavra por escrito, estavam sendo enganados conforme explica Paulo em (Ef 4: 11-14), essa congregação não era para sempre, era temporária, somente até que cheguem a fé viva, deixando assim o seu guia, para “ide e pregai” no mundo ,como Cristo fez com os apóstolos. Note que foi puramente contextual! A proposta de Cristo é que ninguém fosse mestre de ninguém, que as pessoas se reunissem em casas, ensinassem umas às outras conforme o dom de cada um e, ninguém deveria ser nada nesse grupo, exceto de acordo com o dom da graça recebido. Foi assim que a Igreja viveu até o quarto século. De lá para cá se estabeleceu um modelo que o N.T. não conheceu e nem ensinou. Devemos ser nossos próprios pastores e sacerdotes, congregarmos (reunirmos) aonde estiver dois ou mais que seja na esquina, só de falar em Cristo já se abre uma Catedral em volta de Nós, não é necessário uma instituição religiosa para isso, seja o local que for!

    Agora, a reunião dos apóstolos nada tem a ver com a reunião do sistema religioso atual. ELES SE REUNIAM EM CASA OU NO PÁTIO ABERTO QUE ERA CHAMADO DE TEMPLO (( lembre-se esse templo era o templo de Herodes, um pátio aberto e não o templo de Salomão que foi destuído séculos atens de Jesus nascer!Quanto a citação feita por Jesus: "A minha casa será casa de oração" Essa “Casa” refere se a Israel e não ao Templo (At 17:24). Templo de Deus Jesus, mesmo disse: “Destruí este santuário, e em três dias o reconstruirei.” – referindo-se ao seu corpo. (Jo 2:19-21), Nós somos o templo e em nós o espírito habita, não na pedra, nem no tijolo, se Jesus derruba o templo para que construir mais? mas esse é outro assunto)).

    Então, pelo contexto, a reunião dos apóstolos não era para sempre, não é um mandamento, era um sugestão para quem não tinha a palavra e era levado por qualquer vento de doutrina, por isso os apóstolos se reuniam!!

    Não o resto da vida, e sim até se chegar na maturidade da fé depois é "ide pregai"

    Hoje temos as escrituras para nos orientar, tudo que precisamos está lá, no contexto, a sugestão do apostolo se aplica a quem não tinha nada!!!!

    Entendemos que Jesus nos ensinou que o pai não esta condicionado a locais físicos nem ao templo (at 17:24) por isso, a oração deve ser em espírito (jo 4:24).

    AINDA QUE REUNIR-SE FOSSE UM MANDAMENTO PARA NÓS QUE TEMOS AS ESCRITURAS PARA NOS ORIENTAR: SAIBA QUE: Rreunir em nome de Jesus não dá respaldo para existência de nenhuma empresa, coporação ou instituição. Lembre-se: Dois ou mais, em casa!!

    ResponderExcluir
  2. Desculpa-me irmão, mais tu está usando um textos sem contexto, aqui em Mat.18 Jesus trata de testemunhas para o perdão, veja: Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;
    Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.
    E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.
    Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.
    Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.
    Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.
    Mateus 18:15-20

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito boa a interpretaçao

    ResponderExcluir
  4. O irmão está correto parabéns que Deus te abençoe

    ResponderExcluir