domingo, 12 de fevereiro de 2012

Porque o Messias morreu?


A morte do messias é um assunto que daria livros e mais livros para explicar o seu valor maravilhoso, mas neste texto, eu gostaria de escrever sobre a compreensão equivocada que algumas pessoas têm sobre este fato.
Após a criação do movimento neo pentecostal o cristianismo passou a ver a morte sacrificial do messias como uma fonte de poder inesgotável para aquele que acreditasse nela.

Seria mais ou menos, como dizer que após um ser humano se declarar crente em Jesus, ele possui com isso poderes sobrenaturais, para conquistar o mundo todo, e ser um ser superior aos demais, um verdadeiro super herói evangélico.
Mas será que este pensamento era compartilhado pelo messias que viveu a sua vida servindo aos seus irmãos, fazendo a bem sem esperar nada em troca, e decidiu morrer da pior maneira possível na época, para dar ao ser humano o direito de servir a Deus de todo coração?

Eu sinceramente acredito que este pensamento é totalmente antagônico aos ensinamentos deste mestre do primeiro século e de seus seguidores.
Durante seu período de vida neste mundo, o messias demostrou uma vida totalmente diferente da compreensão de líder que se tinha na época, e diferente também da nossa compreensão atual de liderança.

Os lideres em sua maioria eram homens que se sentiam superiores, tanto dentro do regime romano, quanto dentro do judaísmo.

Mas o messias vem quebrar esta cadeia de hierarquia autoritária, e opressora, dando ao líder o conceito paternal, o conceito de amor por seus liderados, ensinando o mundo a amar de uma maneira totalmente profunda.

Se comprássemos um livro de autoajuda, iriamos perceber que o messias tinha uma visão totalmente diferente desses lideres modernos.
Para o messias, o verdadeiro líder é aquele que serve os seus liderados, que dá a vida por seus irmãos, que se entrega totalmente, sem pensar em si mesmo, mas no próximo.

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. João 10:11”
Para o Messias ser um líder segundo o coração de Deus, era ser servo de todos, por amor a todos, com o objetivo de ajudar a todos, por mais que a palavra servir seja oposta a palavra liderar, era este o pensamento daquele homem.

Tanto que durante sua vida ele viveu este pensamento e ensinou este pensamento para todos os que queriam ser considerados seus discípulos.
Cristo entregou a vida para que você cristão de hoje em dia e de todos os tempos, compreende-se que a vida é mais do que o seu próprio umbigo.
A morte daquele Homem não foi para que vc se sentisse mais feliz, mais vitorioso, mas sim para que vc se sentisse um verdadeiro servo, seguindo o mesmo exemplo Dele, doando a sua vida em nome de uma causa particular, de um bem maior.

Somos chamados por Deus para que vivamos nossos dias em total submissão a sua vontade, para que possamos servir a todos.

Deus não quer que vc se sinta superior, elevado, ou ate mesmo o ser humano mais especial do mundo pois esta escrito:
"Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Filipenses 2:3"

O messias demostrou sua total submissão a Deus, morrendo em um madeiro e devemos demostrar o mesmo sentimento em nossas vidas diárias.
Vivemos uma teologia que mais parece com livros de autoajuda, do que com as palavras de nosso mestre, vemos mensagens e mais mensagens dizendo que somos vencedores, vitoriosos, campeões, guerreiros, mas ninguém nos lembra de que somos servos, pecadores, humanos, que devemos servir aos demais, e que alguns como Paulo se declarava como um lixo diante da sociedade.

"Somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos. 1 Coríntios 4:13"
Vamos lutar juntos para retirar de nossas vidas esta compreensão totalmente deturpada de Evangelho, pois somos servos e não senhores.

O mundo precisa enxergar na vida dos seguidores de cristo o mesmo sentimento que existia em cristo, e nos seus seguidores do primeiro século, um sentimento de amor, um sentimento de entrega total, um sentimento capaz de fazer com que o mundo queira mudar de vida apenas vendo em nossa vida os exemplos bíblicos.

Eu creio que esse dia esta chegando, que um dia vamos acordar deste sono que dura muitos anos, e vamos decidir mudar o mundo, mudar as pessoas pelo poder do evangelho de cristo, e que as nossas vidas serão luzes a brilhar a luz de Deus, através da vida de nosso messias, de seus exemplos e de seus ensinamentos baseados totalmente na lei de seu pai.

Eu creio nisso e assim aguardo ansioso por este dia.
Eduardo E. da silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário